terça-feira, 29 de abril de 2014

Playlist da Semana: Clarice Falcão

Clarice Falcão - Própria Mente

Eu preciso me desculpar certo? Duas semanas sem dar as caras por aqui é muito tempo. Acontece que eu tive muitas provas, teve o feriado (que foi maravilhoso e já quero de volta, por favor), e nós passamos vários dias sem internet no dormitório. Esses foram os motivos principais. Mas cá estou eu, com muitas novidades e ideias para colocar em prática.
Não sei vocês, mas eu sou adepta a música. Qualquer momento da vida fica mais divertido com a presença da música, concordam? Já falei por aqui que gosto muito de música internacional, mas depois que conheci essa mocinha, fiquei apaixonada. A voz dela é uma delicia de se ouvir, ela é uma gracinha, e as letras das músicas dispensam comentários de tão engraçadas. Ela é atriz, cantora, compositora, roteirista e até comediante.  Se você ainda não conhece, vá até o youtube e procure os vídeos hilários e sem noção que a mocinha produz.  Aqui vão algumas das minhas músicas preferidas dela, sem contar que amo alguns covers que ela faz (se brincar, mais do que a própria música).

Untitled

Untitled

É só você clicar AQUI e você será direcionado à playlist.
Por enquanto é só. Se você me segue no instagram (@poneipam) e no facebook, já viu que está rolando um movimento diferente. Aguardem que em breve teremos deliciosas novidades.

terça-feira, 15 de abril de 2014

Coachella 2014

Uma coisa que todos gostam é música. Os estilos variam, atendendo a preferência de cada um, mas é uma paixão universal. Já falei sobre o Lollapalooza que aconteceu recentemente, e neste final de semana aconteceu o Coachella em Indio na Califórnia. O primeiro Coachella aconteceu em 1999, com dois dias de shows e uma média de 25.000 pessoas. Por problemas financeiros, o festival não aconteceu no ano seguinte. Mas em 2001 ele voltou com todo gás. O evento cresceu tanto que dividiram, e nos dois últimos finais de semana de abril, acontece anualmente o Coachella. Tem uma média de 100 apresentações. Este ano contou com a presença de vários artistas que estiveram presente no Lolla, entre outros.  Arcade Fire, Muse, OutKast, Lorde, QOTSA, Haim, Skrillex, The Knife, Beck, Lana Del Rey, Disclosure, Pharrell Williams e Chromeo, Ellie Goulding, Flume, Cage the Elephant, e mais. Como falei no post do Lolla, em festivais as pessoas se jogam na ousadia e no conforto. Com a temperatura chegando a 38º durante o dia, as roupas de calor estão em alta, principalmente os shorts. Esse é o momento mais esperado por mim em todos esses eventos. Como eu morava em um lugar que fazia MUITO calor, me acostumei a usar short, e choro pitangas por não poder usar mais com tanta frequência. E vale lembrar, que Vanessa Hudgens, Alessandra Ambrósio e Selena Gomez marcam presença em todas as edições do festival, e com o estilo delas, impossível não compartilhar. A ousadia desse pessoal é impressionante. Escolher os melhores looks e as melhores fotos foi bem difícil, mas vamos lá.

























segunda-feira, 14 de abril de 2014

Vida de Internato: Wake Up

No sábado dia 29/03 aconteceu uma programação super legal no UNASP. A capela do residencial masculino foi tomada por uma estação de metro. A decoração estava simplesmente demais. Um cara tocando violino, jornal, grafite na parede, um "mendigo", branco, um cara da limpeza... e a programação, maravilhosa. Não tem palavras para descrever. Só dizer que foi impressionante e inesquecível. Uma coisa que os alunos devem ser agradecidos a Deus é pela oportunidade de ter pastores tão didáticos e inspirados. Nós conseguimos fazer uma viagem e sentir a voz de Deus aos nossos corações. Eu sei, faz tempo que aconteceu, mas estava tudo tão incrível que eu queria que vocês vissem um pouquinho do que aconteceu. E foi bem divertido. Também tivemos a presença de dois cantores que louvaram e engradeceram o nome do nosso Deus. 








quinta-feira, 10 de abril de 2014

Os melhores momentos do SPFW Primavera/Verão 2015 - Parte 1

Que eu amo semanas de moda todo mundo sabe, e sempre foi meu sonho participar de uma. Quando eu morava no Maranhão ficava pensando que era só eu chegar em São Paulo que eu daria um jeito de ir. Completei dezoito anos e pronto, eu já podia me credenciar para o evento. Meus dois amigos fotógrafos e eu nos credenciamos, mas não conseguimos. Fiquei bem triste, mas não desanimei, e fui atrás de marcas com a intenção de conseguir ingressos para os shows. Acabei conseguindo convite para o desfile da Cavalera e do João Pimenta. Mas acredite se quiser, eu não consegui ir para São Paulo por diversos outros fatores que terminaram sendo maiores. Chegar tão perto e não conseguir foi meio que frustante, mas cada experiencia vivida é um aprendizado, certo? O sonho ainda está aqui, e em outubro teremos outra edição, quem sabe não seja o momento certo. Acompanhei o SPFW pelo instagram. Que por sinal estava bombando. Nunca tinha visto tamanha divulgação. Todo mundo postando fotos atrás da outra. Um batalhão de fotos e videos do evento. 
Sei que estou atrasada com esse post, mas antes tarde do que nunca. O SPFW acabou na sexta feira 04/04. Foram cinco dias de desfiles e de muita moda e arte. 32 marcas apresentaram suas coleções de forma criativa, e divertida. Acho muito interessante desfiles porque é o momento em que os estilistas tem a oportunidade de expressarem todas as suas vontades, desejos e ideias. 

1º Dia
Os desfiles quase nunca tem algo em comum. Se tem é o make. A maioria das marcas aderiram a makes mais discretos e naturais. Quanto as roupas, nossa, é uma variedade de tecidos, inspirações e peças. Como é uma temporada de verão, podemos perceber a leveza das peças, assim como elas estão mais frescas e soltas. A inspiração da Animale foi um olhar para dentro do Brasil. Eles buscaram referencias e ideias com a intenção de fazer uma colagem de cores e texturas, usando elementos caros ao Brasil. Já a ideia do João Pimenta foi criar um verão "surf couture", uma mistura de praia e alfaiataria. Ele buscou algo contemporâneo e foi perceptível a ideia de movimento, tanto nos cortes, tecidos, cores quanto na passarela e na trilha sonora. Tufi Duek me deixou apaixonada. A inspiração deles foi o calor, piscinas icônicas, balneário e os anos 60 e 70. "Do alumínio das escadinhas aos tecidos e estampas dos estofados do mobiliário de piscina, tudo está presente na coleção, com um perfume 60’s e 70’s." Cavalera teve o desfile mais tranquilo da sua história com o ideal "paz e amor" de Bali e referências a Woodstock. Mas no final, todos entraram segurando cruzes brancas com palavras como Felicidade, Amor, Mudança etc. inscritas nelas. O manifesto foi proposto como forma de fazer as pessoas reivindicarem mudanças no país e na sociedade.


2º Dia
Alexandre Herchcovitch sempre tem desfiles maravilhosos. Dessa vez ele se inspirou em Marilyn Monroe, fez uma de suas coleções mais sofisticada e detalhistas. Momentos dos bastidores da vida de Marilyn  ganham interpretação muito contemporânea nesta coleção, que prima pela pesquisa de formas, tecidos e costura. Pat Pat's se inspirou em uma moça chamada Harley Vieira Newton, que tem um estilo mais casual, está sempre de cabelo solto, usa pouco salto e ainda assim exala glamour. Percebeu que assim como ela, outras pessoas também utilizavam um estilo mais despojado.  Couro, especialmente os metalizados fortes azul e rosa, e os óculos espelhados da marca Lema 21 são as peças principais da marca nessa coleção. Patricia Motta é conhecida por trabalhar com couro. Inspirada “em cores e formas, em flores e sabores”, a estilista apresenta um verão  deliciosamente leve, com uma cartela de cores que levam nomes de frutas. A silhueta é lady like, com cintura marcada e saias amplas de vários comprimento. Giuliana Romanno o verão clean e chique da marca tem como ponto de partida a cidade de Paraty e seus traços históricos, inspiração que em nenhum momento aparece de forma literal. A cartela de cores, que remete à areia da praia, ao sol e ao mar, com referências urbanas da metade pro fim do desfile, que tem brilhos e tons escuros. A inspiração de Vitorino Campos é o buraco negro. Apesar da cor negra, Vitorino se valeu da leveza de materiais, como a organza, e das formas, que são simples e descomplicadas. Mas também podemos ver peças claras/transparentes no desfile. De forma simples e com uma riqueza de texturas, o estilista está cada vez mais conquistando seu lugar no mercado. Uma Raquel Davidowicz buscou no Dadaísmo a inspiração para sua coleção. Sua tradução do movimento artístico aparece através de fotografias feitas de peças de seu próprio acervo, estampadas em tamanho real nos looks na tentativa de criar um efeito trompe l'oeil. Em paralelo, estampas metalizadas foram sobrepostas, criando um efeito geométrico de colagens. Encerrando o segundo dia, foi a vez da Triton causar. Inspirada no vilarejo de Positano, na Costa Amalfitana.  Essa inspiração naturalmente se transforma em looks de sonho para um verão fresco, vibrante, confortável e – por que não – romântico. Tanto no masculino quanto no feminino há uma desconstrução inteligente da alfaiataria, um exercício de volume e movimento, ótima pesquisa de materiais e uma cartela de cores especial, com uma mistura leve e muito equilibrada de cáquis com azuis e rosas, com fios de ouro arrematando algumas combinações.



3º Dia

Paula Raia abriu os desfiles do terceiro dia. Mostrou uma coleção emocionante e que marca uma evolução bonita em seu trabalho. Há muitas texturas, um exercício mais trabalhoso de construção e até da tradução das inspirações em roupas. FH por Fause Haten buscou algo mais artístico. Ele usou parte do cenário da peça “A Feia Lulu”. é marcada por saias longas, ora volumosas e ora rabo de peixe, e pelas ricas “estampas” criadas com pedacinhos de tecido, num trabalho primoroso e artesanal. A coleção é muito colorida, com muitas cores reunidas em uma mesma peça, o que remete ao tema original da coleção, que são as diferentes etnias. Gloria Coelho buscou inspiração nas criaturas mágicas, 60’s, 70’s, 80’s, 2015, armaduras, sol, listras psicodélicas, alfaiataria medieval e masculina. Glória usou e abusou de crepe, tule, cetim de seda, couro, tecido tecnológico e malha, sendo todos dignos de criaturas mágicas. Ronaldo Fraga teve sua coleção inspirada nas obras de Cândido Portinari. Com formas e volumes fluídos, há muitas peças que já podem ir direto para as araras, em um flerte com possibilidades mais comerciais que não desrespeitem seu trabalho autoral. o ano chinês do cavalo foi a inspiração da Lilly Sarti. O tema cavalo é desdobrado de diversas maneiras, das ferraduras às jaquetas de chamoix de franjas aos jeans com detalhes manuais que remetem ao Velho Oeste.As cavaleiras são sexy e, quando não estão com seus trajes de jeans e chamois, desfilam com vestidos fluídos. Água de coco por Liana Thomaz que teve inspiração na vida submarina mas teve uma pegada selvagem. Liana aponta o maiô como peça-chave do Verão 2014/15, mas vale destacar também as roupas que vão além da saída de praia; a estilista investiu em peças de seda pura que podem ser usadas até em um casamento no fim da tarde, como ela sugeriu. Adriana Degreas criou uma coleção rica em detalhes, na qual o jogo de transparência e o desenho de biquínis e maiôs pareciam pinturas no corpo. Ela apostou em um verão mais sensual. Fechando o terceiro dia, a Colcci que se inspirou no universo tropical foi um sucesso. A cartela de cores é ora vibrante, ora calma, sempre bem sucedida, tanto no masculino quanto no feminino. Ótimo o trabalho com o jeans, especialmente os decorados com tachas turquesa. As saias abaixo do joelho, apesar de não comunicar imediatamente com seu público super jovem, marcam um statement fashion para um shape que tem aparecido com bastante força nesta temporada. 



Espero que tenham gostado. Separei porque é muita informação e o post já está bem longo. O que acharam dos três primeiros dias? Usariam as roupas ou deixariam só para o desfile mesmo? xoxo

terça-feira, 8 de abril de 2014

Inspiração: Looks do Lollapalooza 2014

Uma coisa é fato, em época de festivais, a cidade para e a movimentação e agitação das pessoas é enorme. Eu acho o máximo as roupas que as pessoas vão. Aquele ar boho chique, e sem contar que dá pra perceber que as pessoas são bem ousadas nesses eventos. No Brasil as pessoas são bem limitas, em vários sentidos, por isso eu deveria morar em outro país, quem sabe assim as pessoas não me olhariam como se eu fosse anormal devido ao meu estilo diferenciado e ousado. Tá, parei. Sim eu amo o Brasil apesar de tudo. Voltando a falar sobre o Lollapalooza Brasil 2014 aconteceu neste fim de semana (5 e 6 de abril) com atrações como Muse, Lorde, Imagine Dragons, Arcade Fire, Soundgarden e Nine Inch Nails. É um festival de música anual composto por gêneros como rock alternativoheavy metalpunk rock e performances de comédia e danças, além de estandes de artesanato. Também fornece uma plataforma para grupos políticos e sem fins lucrativos. Foram dois dias de shows. Com o total de 52 atrações e mas de 22 horas de música. Confira agora algumas fotos do evento e também como algumas pessoas estavam vestidas. Modo street style ativar.















Copyright © 2015 Poneipam | Distributed By My Blogger Themes | Designed By Blokotka